Minha Mente

Psicologia Clínica

Quem sou ?

image2

Seja bem vindo (a)

Obrigado pela visita ao site da Minha Mente.


Eu me chamo Augusto e trabalho como psicólogo clínico.


Essa é uma área da psicologia que vem sendo muito requisitada, especialmente pelos desafios existenciais do século XXI. A noção que o psiquismo pode adoecer e precisa de tratamento vem superando o preconceito contra essa importante dimensão do ser humano.


Abaixo você encontra um breve resumo da minha jornada profissional, a maneira como percebo o mundo e a existência humana.  Penso que a “escolha de um profissional pela internet” deve ir além da forma digital, especialmente no que tange ao tratamento psicológico.  


Afinal,  a abertura sobre nossa própria história, decisões, valores e crenças, pode ser um importante ponto de partida para encontrar a humanidade que existe  do outro lado desta tela.


Fique bem.


Augusto de Almeida Maciel Neto

Psicólogo - CRP 06-124151

image3

História Profissional

 Recordo da minha primeira experiência como "profissional" aos 13 anos de idade, desenvolvendo programas de computador no início da década de 90. Naquele tempo vivíamos uma grande expansão dos computadores pessoais, da internet, a chegada dos primeiros celulares e as promessas que a tal "globalização" traria ao mundo no tão esperado século XXI.  


A facilidade em lidar com as ciências exatas me conduziu à uma formação em eletrônica, depois uma graduação em computação e muitas conquistas profissionais. Tenho orgulho pela oportunidade de ter atuado como professor e conhecido alunos brilhantes que me proporcionaram um incrível aprendizado. Realizei o sonho de trabalhar em uma das maiores empresas de tecnologia do mundo,  colaborando no desenvolvimento de produtos que modificaram nossa forma de viver e, possivelmente, você deve estar segurando um deles em suas mãos agora.


Embora cercado por computadores e sistemas cada vez mais avançados, a condição humana sempre cativou o meu espírito, causando espanto e admiração. Espanto, pois por vezes testemunhei a fragilidade da nossa existência. Admiração, pela enorme capacidade de superação que todos nós possuímos, independente da situação. Pensava comigo: que "tecnologia"  é essa que nos leva a ser quem somos e fazer o que fazemos ?


Decidi retornar à universidade e estudar sobre a "máquina" mais bela e complexa que passei a conhecer:  a mente humana. Claro que isso foi um desafio, existiam compromissos sociais que eu precisava cumprir, escolhas a serem feitas.  Aprendi que a natureza está constantemente nos convidando à experiências extraordinárias, mas ela cobra seu preço:  dedicação e disposição para mudar. Foram anos de dedicação e muitas mudanças para equilibrar a carreira em tecnologia e minha curiosidade. Finalmente consegui realizar outro sonho e graduar-me como Psicólogo. 


O que seria de nós sem essa nossa vontade de conhecer, de explorar novas possibilidades ?


Organizei meu tempo livre para experimentar essa nova condição. As horas livres após o trabalho em tecnologia eu dedicava ao atendimento clínico em meu consultório particular, era voluntário em algumas ONGs e realizava palestras que pudessem divulgar informações relevantes sobre a ciência da mente.


Os anos passaram depressa e entre erros e acertos, descobri no dia a dia das empresas onde trabalhei um rico laboratório onde eu não era apenas um observador, mas um participante ativo e integrado à uma dinâmica cada vez mais exigente da “era digital”. Ansiedade para atingir metas, medo pelo futuro incerto, autoestima e autoconfiança abaladas por ambientes que não toleravam erros, humor deprimido e outros sintomas emocionais afetavam desde o mais singelo até o mais importante funcionário e eu mesmo não estava imune à esses sentimentos. 


Foi uma jornada incrível, inclusive quando tive a oportunidade de morar alguns anos fora do país e comprovar que embora a linguagem, os costumes e crenças possam nos "dividir" em nacionalidades, todos nós sentimos, aprendemos, desejamos, sonhamos, nos frustramos, nos alegramos e sofremos em termos muito parecidos. 


Decidi que havia chegado o momento de encerrar um ciclo da minha vida e abraçar por completo uma nova missão.  Amparado pela técnica que a psicologia me proporciona e pela certeza no potencial criador e inovador de todo ser humano, criei o espaço "Minha Mente" onde realizo o atendimento clínico de jovens e adultos. 


Minha missão desde então é acolher quem busca auxílio psicológico, trabalhando em benefício da sua saúde mental através de um atendimento de excelência, sempre  pautado no compromisso com a ética e com respeito à individualidade de cada ser humano.


    Augusto de A. Maciel Neto

Indaiatuba - 2019